domingo, 31 de maio de 2020

Covid-19: Parnaíba registra mais 38 casos do novo coronavírus

Covid19: Falta de fiscalização pode alastrar contaminação desnecessária

Em Parnaíba a população parece ignorar os perigos apresentados no mundo inteiro pelo Corona Vírus. 
Mesmo com mortes diárias e infecções aumentando dia após dias; isso não reflete, principalmente entre os mais novos, que são assintomáticos e que levam o vírus adiante, contaminado principalmente familiares e amigos vulneráveis, como mostram os estudos:

Imagem: Correio Brasiliense 
Pelo visto as autoridades políticas e policiais fazem vista grosa a esses grupos de pessoas, tendo em vista decretos que proíbem aglomerações e uso obrigatório de máscaras. 
A cena é comum em campos e quadras de futebol nas áreas nobres da cidade, mas nas zonas rurais e periféricas, a rotina não é diferente e pessoas se aglomeram sem necessidade.
Se por um lado o governo do estado do Piauí impede a economia, empregos e até prende e humilha quem quer trabalhar com responsabilidade e cuidados exigidos, por outro lado; basta uma volta rápida na cidade para registrar aglomerações das mais diversas, e o pior, sem a necessidade que o caso requer.
PM do “Pequeno Ditador do Piauí” algema e prende comerciante (veja ...
Edição: Veja PHB

sábado, 30 de maio de 2020

CORONAVÍRUS: Parnaíba sobe para 473 casos confirmados, 9 óbitos e 211 recuperados

Monitoramento Covid-19 / Parnaíba (30/05)

Parnaíba tem 244(duzentos e quarenta e quatro) em isolamento domiciliar, 07(sete) pacientes em tratamento em leito clinico e 2(dois) em UTI.
































































































Ministério da Saúde prorroga campanha de vacinação contra gripe

O Ministério da Saúde anunciou nesta sexta feira (29) a prorrogação da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe até o dia 30 de junho. A campanha teve três fases, sendo que a terceira fase (dividida em duas etapas) iria até o dia 5 de junho. Porém, o baixo índice de vacinação de grupos prioritários motivou a prorrogação da campanha.
Prefeitura Municipal de Sorriso - Ministério da Saúde prorroga ...
Os grupos prioritários da terceira fase são formados por pessoas com deficiência, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas, professores e pessoas de 55 a 59 anos de idade. De 77,7 milhões de pessoas que fazem parte desse público, apenas 63,53% receberam a vacina. O Ministério da Saúde espera, com a prorrogação, alcançar mais 28,3 milhões de pessoas.
A vacina contra influenza não tem eficácia contra o novo coronavírus, porém, neste momento, ajuda os profissionais de saúde na exclusão do diagnóstico para a covid-19, já que os sintomas são parecidos. E, ainda, ajuda a reduzir a procura por serviços de saúde, já bastante demandados por conta da epidemia do novo coronavírus.
Até o momento, 74,9 milhões de doses da vacina já foram distribuídas aos estados para garantir a imunização do público-alvo da campanha. Os professores, parte do grupo prioritário, devem apresentar o crachá funcional para comprovar o vínculo com alguma instituição de ensino. 
EBC

Piauí: retomada da economia pode acontecer em junho, prevê secretário

O secretário estadual de Fazenda, Rafael Fonteles, acredita que o Piauí poderá iniciar a retomada gradual das atividades econômicas a partir do dia 08 de junho, data que vem sendo estudada pelo Governo do Estado, através do Comitê de Organização Emergencial (COE). Para ele, a decisão de liberar o funcionamento de algumas atividades vai depender de forma direta da análise da evolução da pandemia por parte dos especialistas em saúde, que vão ajudar o Estado a estabelecer os critérios e parâmetros que deverão ser obedecidos.
Economia do Piauí - atividades econômicas do Piauí - InfoEscola
“Vamos torcer para que nesses próximos dias a curva projetada se mantenha dentro da previsão. Se não acontecer nada fora dessa previsão, acredito sim que a retomada gradual se inicia no dia 08, mas a decisão ainda vai depender desse grupo de especialistas que está tratando do tema junto com o governador”, avalia.
O atual decreto de isolamento social do governo do Piauí vale até 07 de junho. A expectativa é que nos próximos dias o Governo do Estado comece a anunciar os parâmetros que serão estabelecidos para possibilitar a retomada de cada uma das atividades econômicas.
“A questão mais importante é como será essa reabertura, com que protocolos, com que parâmetros cada segmento poderá retomar suas atividades gradualmente. Tem a questão da incidência em cada cidade, cada região. Esse trabalho está sendo liderado pela Sesapi, em parceria com Seplan, e junto com as entidades do setor produtivo e de trabalhadores”, disse  Rafael Fonteles, secretário de Fazenda.
Ainda na avaliação do secretário de Fazenda, os próximos dias serão decisivos para o controle da doença no Piauí, e, por consequência, para a tomada de decisões por parte dos gestores públicos, como a retomada de atividades produtivas.
Através das redes sociais, o governador Wellington Dias(PT) também fez críticas ao protesto realizado pela classe empresarial. Para ele, as medidas que estão sendo questionadas pelo setor foram fundamentais para barrar o avanço das mortes pelo novo coronavírus.
“Quantos trabalhadores estavam na manifestação? Me preocupo com empreendedores, mas também com os trabalhadores. Olhando para o Brasil, o Piauí teria cerca de 850 óbitos se não tivéssemos adotado as medidas que adotamos, evitamos mais de 700 mortes. Quanto vale uma vida?”, questionou Wellington Dias.
Ascom

Covid-19: Parnaíba tem 59 novos casos positivos para o novo coronavírus

Com o maior número de testes realizados diariamente pela equipe de epidemiologia do laboratório do Hospital de Campanha Nossa Senhora de Fátima e com a conscientização dos parnaibanos de como devem proceder, procurando os postos de saúde e pronto socorro municipal por aqueles que sentem os sintomas do Covid-19, é crescente a quantidade de pessoas que testam positivo para o novo coronavírus que com isso fica mais próximo da realidade local, reduzindo sensivelmente a sub-notificação. 

O program "Busca Ativa" também tem contribuído para encontrar os pacientes acometidos da doença.
Ascom

sexta-feira, 29 de maio de 2020

Presidente da Fecomércio reúne empresários e propõe a reabertura das atividades econômicas

O encontro contou com a presença do Prefeito Mão Santa que juntamente com o empresário Valdeci Cavalcante (Fecomercio) defendem a vida, o trabalho e a dignidade dos parnaibanos.
O encontro foi realizado nesta sexta=feira (29/05) com empresários, representantes de classe e de associações, na Escola Militar de Parnaíba, administrada pelo Sesc-PI, o Prefeito Mão Santa disse ao empresário e Presidente da Fecomercio, Valdeci Cavalcante e aos participantes do encontro que 'o homem sem trabalho não tem honra, e sem honra, se morre e se mata'.

Desde o início do período de quarentena decorrente da pandemia do Covid-19, sob decretos restritivos do Governo do Estado, o Prefeito Mão Santa propôs a reabertura das atividades comerciais de forma gradual e responsável, adotando todas as medidas preventivas e de segurança. Mão Santa e Valdeci têm levantado a bandeira da vida, da dignidade e do emprego, a forma honesta para que cada trabalhador parnaibano possa sustentar suas famílias.
Jornal da Parnaíba com informações de Ribamar Aragão

quinta-feira, 28 de maio de 2020

Governador descarta liberar grupo de risco e empresas seguirão protocolo

O governador Wellington Dias (PT) descartou nesta quarta-feira (27) liberar pessoas do grupo de risco do isolamento social. O gestor se reuniu com o Comitê de Operações Emergenciais (COE) para discutir a retomada das atividades econômicas de forma gradual. As empresas terão que seguir um protocolo de saúde.
Segundo o governador, a volta das atividades deve ser gradual, segmentada e regionalizada por territórios de desenvolvimento do estado. Um dos critérios seria o risco epidemiológico.
“O que não vamos fazer é liberar as pessoas do grupo de risco, ou seja, as pessoas com mais de 60 anos e as com comorbidades. As empresas que forem reabrir precisam seguir um protocolo de saúde”, ressaltou o governador.
Segundo ele, será analisada a situação dos protocolos de saúde de cada território e a situação econômica. “Começaremos a estudar uma organização em cada território do estado para saber, por exemplo, quantos leitos clínicos e de UTI cada território possui, bem como o nível de infecção para, assim, se fazer uma avaliação de uma retomada ou até retraída, caso essa retomada faça com que os casos aumentem”, explicou.
Alguns critérios serão considerados na tomada de decisão acerca da retomada das atividades, sendo o índice econômico representando 30% no peso dessa tomada de decisão e 70% como índice epidemiológico.
A diretora de Vigilância Sanitária Estadual (Divisa), Tatiana Chaves, apresentou um Plano de Contenção Simplificado que será disponibilizado às empresas de diversos setores para a reabertura. Será um protocolo com recomendações higiênico-sanitárias a ser cumprido pelas empresas, a fim de proteger tanto os colaboradores quanto os clientes. Esse plano é voltado às empresas com menos de 20 colaboradores, que não possuem Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa).
As empresas que possuem mais de 20 trabalhadores já têm como critério possuir Cipa que deve estar alinhada aos instrumentos de Saúde do Trabalhador e agora devem incluir os riscos ocupacionais da Covid-19 no ambiente de trabalho.
“O objetivo é minimizar a exposição dos trabalhadores no ambiente laboral ao retornar às atividades e, assim a propagação dos casos para a população geral. Recomendamos que os colaboradores sejam orientados pela empresa dos riscos e todos os cuidados necessários e deverão se cadastrar no aplicativo Monitora Covid-19”, afirmou a diretora da Divisa, Tatiana Chaves.
Os protocolos também devem ser estendidos aos servidores dos órgãos públicos estaduais, já em fase de apreciação pela Secretaria de Estado da Administração e Previdência (Seadprev). Os documentos serão ainda disponibilizados para consulta pública.
Fonte: Cidadeverde

Cuidado e atenção com as brincadeiras de pipa nas ruas

Em todo o Estado, no ano de 2019, foram registradas 823 ocorrências de pipas na rede elétrica / Crédito: Equatorial Piauí

Nesse período de pandemia pela COVID 19, mesmo com as recomendações para manter o distanciamento social, a criançada acaba aproveitando o tempo livre para diversas brincadeiras e, uma delas, muito conhecida pelos piauienses, é a prática de empinar pipas, muito divertida, mas que também pode ser perigosa. É importante que as crianças não saiam de casa e mantenham o isolamento social necessário para evitar a contaminação pelo o Coronavírus, optem por brincadeiras que evitem a exposição nas ruas e que não causem ocorrências com pipas na rede de distribuição de energia.
O perigo aumenta nesse período devido às condições de fortes ventos, fazendo com que a pipa seja levada para bem próxima da rede elétrica e a linha se enrosque nos cabos de energia, interrompendo o fornecimento de energia elétrica e causando acidentes que podem ser até fatais. Quando esse tipo de acidente ocorre, pode afetar gravemente tanto quem está empinando a pipa, quanto a população em geral, que pode ficar sem energia ou ter algum dano nos eletrodomésticos.
A incidência de interrupções ocasionadas por pipas presas na rede elétrica tem sido frequente em todo o Piauí. Segundo dados da Equatorial Piauí, de janeiro a dezembro de 2019 foram registradas 823 ocorrências com a causa de pipa na rede de distribuição de energia elétrica. Essas situações geraram interrupções no fornecimento, que prejudicaram aproximadamente 95 mil clientes em todo o Estado no ano passado. 
Trazendo esses dados para o período de pandemia, somente nos meses de março, abril e maio de 2020 foram registradas 108 ocorrências como estas, mesmo a população orientada a manter o isolamento por conta da Covid-19, prejudicando mais de 20.000 clientes. Além dos acidentes que podem ocorrer com a prática, a Equatorial Piauí assume os custos pelos danos nos equipamentos, pela alteração da programação e redirecionamento das equipes para o atendimento de emergência e limpeza da rede de distribuição. Equipes que estariam direcionadas a realizar manutenções e ações preventivas na rede elétrica. Para evitar interrupções e manter a segurança, a Equatorial Energia Piauí recomenda:
  • Solte pipa apenas em locais afastados da rede elétrica, em campos abertos ou parques; evite brincar perto de antenas, fios telefônicos ou cabos elétricos.
  • Nunca use fios metálicos nem papel laminado para confeccionar a pipa, eles são como condutores de energia e podem causar choques fatais;
  • Não use cerol. Além do risco de ferir ou mesmo matar, o cerol (mistura de cola com caco de vidro) costuma cortar os fios de alta e baixa tensão e podem machucar gravemente quem solta a pipa e outras pessoas ao redor. Vale lembrar que, o uso de cerol é proibido e constitui um grande risco para as pessoas. Ele pode provocar acidentes graves e fatais com pedestres, ciclistas e motociclistas;
  • Jamais utilize linha metalizadas, elas conduzem energia e aumentam o perigo de choques;
  • Prefira pipas que não precisem de rabiola, pois elas se prendem nos fios elétricos, desligando o sistema e provocando choques, muitas vezes fatais;
  • Em caso de relâmpagos, recolha a pipa imediatamente. Não solte pipas em dias de chuva (a pipa funciona como para-raios, conduzindo energia) ou vento muito forte, pois os fortes ventos, pois podem contribuir para as pipas se aproximarem dos fios energizados;
  • Se a pipa ficar presa nos fios elétricos, não tente retirá-las. Nunca use varas nem suba no poste para tirar uma pipa, o choque nestes casos é fatal;
  • Se a pipa cair em uma árvore que esteja tocando a rede elétrica, não tente retirar, pois o movimento dos galhos pode provocar curto-circuito e choques;
  • Não suba em telhados, lajes, postes ou torres para recuperar pipas;
  • Quando a linha encostar na rede elétrica, NUNCA tente desprender a linha, pois o risco de receber uma descarga elétrica é muito grande. Solte a linha imediatamente; se a pipa enroscar em fios, não tente tirá-la. É melhor fazer outra.

A Executiva de Segurança da Equatorial Piauí, Lívia Matos, orienta que “é de extrema importância que quem pratica a atividade, busque locais abertos e bem longe da rede elétrica e das subestações para as brincadeiras com pipas. Além disso, fica o alerta para que não utilizem cerol nas linhas, pois essa prática pode trazer consequências gravíssimas para todos, e prejudicar o fornecimento de energia em áreas essenciais que envolvem hospitais, por exemplo” alerta Lívia.
Em caso de ocorrências como a linha enroscar na rede elétrica ou a pipa ficar presa nos cabos, ou ainda situações de descarga elétrica, a Equatorial Piauí reforça para que as pessoas não tentem tirar a pipa ou a linha dos cabos energizados e entrem em contato com a Central 0800 086 0800 e informe o local com ponto de referência. A orientação é que as pessoas não se aproximem de fios e cabos, e que não toquem em pessoas que estejam em contato direto com a rede elétrica e liguem para o Samu no 192 e para a Equatorial.
Assessoria de Imprensa da Equatorial Energia Piauí

Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 38 milhões

Nenhum apostador acertou os seis números da Mega-Sena sorteados nesta quarta-feira (27) no Espaço Loterias Caixa, no terminal Rodoviário Tietê, em São Paulo.
Apostadores fazem fila em casa lotérica. A Caixa Econômica Federal sorteia hoje (08) as seis dezenas do concurso 2.149 da Mega-Sena acumulada, que deve pagar um prêmio de R$ 170 milhões.
Os números sorteados no concurso  2.265 foram: 14 - 20 - 23 - 39 - 46 - 50.
Na quina, 50 apostadores ganharam R$  51.863,40. Os 2.926 ganhadores da quadra receberão o prêmio individual de R$ 1.266,07.
A estimativa de prêmio do próximo concurso é de R$ 38 milhões para quem acertar as seis dezenas da Mega-Sena. O concurso 2.266 será no sábado (1º).
As apostas na Mega-Sena podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio em lotéricas ou pela internet.
A aposta simples, com seis dezenas, custa R$ 4,50.
Fonte: Agência Brasil

quarta-feira, 27 de maio de 2020

CORONAVÍRUS: Parnaíba sobe para 367 casos confirmados, 5 óbitos e 163 recuperados

Monitoramento Covid-19 / Parnaíba (27/05)



Veja os bairros mais afetados da cidade de Parnaíba. 








Brasil tem 134 milhões de usuários de internet, aponta pesquisa

Três em cada quatro brasileiros acessam a internet, o que equivale a 134 milhões de pessoas. Embora a quantidade de usuários e os serviços online utilizados tenham aumentado, ainda persistem diferenças de renda, gênero, raça e regiões.Brasil tem 134 milhões de usuários de Internet, aponta pesquisa
As informações são da pesquisa TIC Domicílios 2019, mais importante levantamento sobre acesso a tecnologias da informação e comunicação, realizada pelo Centro Regional para o Desenvolvimento de Estudos sobre a Sociedade da Informação (Cetic.br), vinculado ao Comitê Gestor da Internet no Brasil.
Conforme o estudo, 74% dos brasileiros acessaram a internet pelo menos uma vez nos últimos três meses. Outros 26% continuam desconectados. Se consideradas as pessoas que utilizam aplicativos que necessitam da conexão à internet (como Uber ou serviços de delivery de refeições), o percentual sobe para 79%. Há 10 anos, 41% da população estava nesta condição. Deste então, o crescimento se deu em média de 3,3% ao ano.
O acesso teve índices semelhantes entre mulheres (74%) e homens (73%). Mas os dados da pesquisa evidenciam diferenças entre os brasileiros. O índice varia entre as pessoas nas áreas urbana (77%) e rural (53%). Foi a primeira vez que a conectividade no campo ultrapassou a metade dos residentes nesses locais.
O percentual difere também entre brancos (75%), pardos (76%), pretos (71%), amarelos (68%) e indígenas (65%). No grau de instrução, 97% dos usuários que têm curso superior acessam a rede e 16% dos analfabetos ou da educação infantil usam a internet. 
No recorte por renda, o nível de acesso foi de 61% entre os que ganham menos de um salário mínimo, 86% entre os que recebem de três a cinco salários mínimos e 94% entre os usuários com remuneração acima de 10 salários mínimos. O índice também é distinto entre os participantes da força de trabalho (81%) e os fora das atividades laborais (64%).
Fonte: Agência Brasil entrou em contato como o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações para analisar os resultados do estudo e aguarda retorno.

Brasil realiza menos de 10% de testes de Covid-19 entregues ao Ministério da Saúde

Os laboratórios oficiais do governo realizaram somente 9,6% dos 4,7 milhões de testes moleculares da Covid-19 entregues ao Ministério da Saúde entre os quase 14 milhões de kits adquiridos pelo governo, informou a pasta nesta terça-feira, refletindo a persistente dificuldade do Brasil em ampliar a capacidade de testagem em grande escala enquanto a doença avança pelo país.
.© Reuters/Ueslei Marcelino
De acordo com o Ministério da Saúde, os labotatórios públicos oficiais realizaram até esta terça-feira 460.102 testes moleculares (RT-PCR) da Covid-19, de um total de 24 milhões de testes desse tipo prometido pelo governo para este ano diante da pandemia do novo coronavírus.
Em comparação, até 11 de maio tinham sido processados 337.595 exames de Covid-19 pelos laboratórios oficiais. Questionado, o ministério não informou nesta terça-feira quantos testes realizados estão atualmente aguardando análise.
Somando os testes realizados nos cinco maiores laboratórios privados de análises clínicas do país, o Brasil tem no total 871.839 exames de Covid-19 realizados, informou o ministério em documento sobre a situação epidemiológica da Covid-19 no Brasil.
Os resultados dos demais laboratórios privados ainda não foram carregados no sistema do ministério, o que aponta para um número ainda maior de casos de Covid-19 no país.
Apesar de ser o segundo país do mundo com mais casos confirmados da Covid-19, depois apenas dos Estados Unidos, o Brasil fica atrás de vários países em termos de testes realizados. Os laboratórios certificados da Alemanha, por exemplo, tinham capacidade de analisar cerca de 838 mil testes por semana em meados de maio.
A capacidade limitada de testes é apontada por especialistas como um dos motivos por trás da disseminação da doença no país. Nesta terça-feira o Brasil chegou a 391.222 casos confirmados da Covid-19, com 24.512 óbitos.
De acordo com Eduardo Macário, secretário substituto de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, o cronograma de testes do país está "dentro da programação" do ministério.
"A estratégia de testagem está sendo finalizada com a incorporação de uma nova estratégia, de monitoramento dos contatos. Não basta apenas a gente testar em massa, a gente tem que testar e agir com inteligência", afirmou.
Neste mês o Ministério da Saúde anunciou um plano para ampliar a testagem no país, passando de 2,7 mil exames moleculares processados diários para um pico de 70 mil no auge, com um aumento escalonado.
Além de realizar 24 milhões de testes moleculares até o fim do ano, a meta inclui 22 milhões de testes rápidos, totalizando 46 milhões de exames.
Sobre o grande número de testes comprados mas ainda não recebidos --cerca de 9 milhões-- o secretário afirmou que não se compra uma enorme quantidade de testes complexos "na esquina", e apontou para problemas na importação de insumos e a grande procura internacional.
(Reuters)

Curado de Covid-19, Professor Edvaldo deixa o HEDA, em Parnaíba, emocionado

O Professor aposentado de matemática, Edvaldo da Cunha Costa, foi hospitalizado na última quarta-feira(20) contaminado pelo novo Coronavírus/Covid-19.
Ao dar entrada no Hospital Estadual Dirceu Arcoverde – HEDA, o Professor Edvaldo – como é mais conhecido – foi direto para o isolamento destinado aos pacientes portadores de Covid-19. Naquele momento, ele apresentava dificuldade de respiração, cansaço, tosse e dores no corpo.
No segundo dia, a doença evoluiu e o paciente passou a apresentar alterações nos pulmões. Essas alterações foram detectadas através dos exames de raio x e tomografia pulmonar.
A partir do terceiro dia, o paciente passou a experimentar uma evolução significativa. Com o uso de medicamentos apropriados, o processo infeccioso começou a ser debelado e, como consequência, o quadro de insuficiência respiratória começou a declinar.
Após 6 dias internado no setor de Covid-19, o Professor Edvaldo Cunha, deixou o Hospital Dirceu Arcoverde – HEDA, nesta terça-feira(26), emocionado.
O professor Edvaldo continuará em isolamento em sua residência. Atualmente, ele  é Assessor Parlamentar do Vereador de Parnaíba Ronaldo Prado(Cidadania).

COVID-19: Parnaíba tem 38 novos casos confirmados em 24 horas

PM prende homem com droga no Bairro João XXIII em Parnaíba

O homem em atitude suspeita foi interceptado e após vistoria PM encontra droga e dinheiro em seu poder.
Droga e dinheiro apreendido
Por volta das 14h20min, uma viatura do Grupamento de Atendimento Especializado a Criança, Idoso e Mulher – GAECIM, comandada pelo 1° Sgt Leonardo na companhia do AL CFC Leonardo (motorista) e do soldado Wolney se encontrava em rondas ostensivas pelas ruas do Bairro Joao XXIII, em Parnaíba (PI) ao entrar na Rua Maria Lita Araújo se depararam com a pessoa de iniciais F L N S, sentando em uma calçada, o mesmo ao avistar a viatura tentou se evadir do local em atitude suspeita e foi interceptado pela equipe de serviço.

Ao realizar a abordagem foi encontrado cerca de 25g de uma substância análoga a maconha e a quantia de R$ 80,00 em dinheiro trocado logo a equipe deu voz de prisão e encaminhou o acusado a Central de Flagrantes para ser realizado os procedimentos legais!

Fonte: Jornal da Parnaíba

terça-feira, 26 de maio de 2020

Piauí registra 170 novos casos e confirma mais 9 mortes pelo coronavírus

O Piauí confirmou mais 9 óbitos de pacientes com a covid-19 e 170 novos casos de infecção pelo coronavírus. Os dados constam no boletim da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), divulgado na noite desta segunda-feira (25). 
São 119 óbitos em 44 municípios. Nesta segunda-feira, foi confirmada a primeira morte de Madeiro, uma mulher de 66 anos, que tinha comorbidade para a covid-19 - problemas de saúde que a colocavam em grupo de risco. 
Ainda no interior do estado, foi confirmada a segunda morte de Campo Maior: um homem de 72 anos que tinha doenças respiratórias e cardíacas. Ele morava no bairro Santa Rita e estava internado no Hospital Getúlio Vargas, em Teresina, segundo nota da Secretaria de Saúde do município. 
Na capital, outras sete mortes foram registradas: cinco mulheres (47, 49, 65, 73 e 84 anos) e dois homens (16 e 76 anos). O adolescente fazia tratamento contra câncer e os outros pacientes tinham comorbidades como obesidade, hipertensão e problemas cardíacos. 
A data dos óbitos não coincide necessariamente com a do resultado dos testes, podendo algumas das confirmações serem referentes a dias anteriores. 
Fonte: Cidadeverde

Covid-19: Cresce o número de infectados em Parnaíba e 13 estão hospitalizados

Parnaíba registrou 20 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas e 13 pacientes internados, sendo 10 em leitos clínicos e 3 e UTI.
Apesar de não registrar óbitos há mais de uma semana, o número de pessoas que testaram positivos para Covid-19 crescem de forma exponencial e já chegam a 283 pessoas que contraíram o vírus. Também cresceu o número de pessoas internadas que nesta segunda-feira (25) registrou 10 em leitos de enfermaria e 3 em leitos de Unidade de Terapia Intensiva – UTI. Todos os pacientes estão internados no Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA), em Parnaíba.

O lado positivo é que também cresce o número de pessoas recuperadas e aptas para retornarem as suas atividades normais. 126 pessoas do município de Parnaíba já venceram o novo coronavírus. 139 pessoas que testaram positivo estão em quarentena em suas residências, a maioria fazendo o tratamento sob a orientação da equipe de epidemiologia da Secretaria de Saúde do município.

Ascom-PMP

Caixa paga auxílio emergencial para 7 milhões de pessoas hoje

A Caixa Econômica Federal paga, nesta terça (26), a segunda parcela do auxílio emergencial para 5 milhões de brasileiros com poupança digital do banco.
Os depósitos para este grupo, que tiveram início na última quarta (20), caem nesta terça para os nascidos em novembro e em dezembro. Também recebem a segunda parcela nesta terça 1,9 milhão de beneficiários do Bolsa Família com NIS (Número de Identificação Social) final 7.
O calendário, para quem faz parte do programa, vai até sexta (29), quando serão pagos os beneficiários de NIS final 0.
A partir de sábado (30), estará liberado o saque em dinheiro para os demais beneficiários, aqueles que se inscreveram pelo aplicativo ou site. Segundo a Caixa, serão 31 milhões de pessoas beneficiadas neste grupo.
Quem recebeu a segunda parcela do auxílio pela conta digital também poderá sacar ou transferir o valor para outras contas a partir do sábado.
O beneficiário deve ficar atento ao calendário. A grana só será liberada no caixa no dia marcado. Até o dia determinado para o saque, o valor poderá ser movimentado apenas pelo aplicativo Caixa Tem, para pagamento de boletos e compras pela internet.
Se na data marcada houver saldo na conta, será possível sacar ou transferir a grana para outra conta bancária.
Para quem recebeu a primeira parcela do benefício em conta de outro banco, a transferência será automática, segundo a Caixa.
As agências da Caixa estão abrindo às 8h para atender aos beneficiários. O banco afirma que não há necessidade de madrugar, garantindo que todos que chegarem até as 14h serão atendidos no mesmo dia.
Na capital, agências da região central costumam ter menor movimento, porque os bairros têm menos moradores e mais unidades de atendimento do banco.
Para evitar filas, se possível, o beneficiário deve fazer o saque após o fim do calendário. O dinheiro fica disponível por 90 dias, contados a partir da liberação na conta.
Fonte: Folhapress