sábado, 1 de junho de 2019

Psoríase, a doença crônica que afasta pacientes da "vida normal" no Brasil

Ainda sem cura, a doença inflamatória de pele atinge mais de 5 milhões de brasileiros.

Um dos sintomas da doença é a forte coceira na pele — Foto: B. BOISSONNET / BSIP

Ainda sem cura e na corrida por aprovação de medicamentos adequados, a psoríase é uma doença crônica e inflamatória de pele que já atinge mais de cinco milhões de brasileiros em uma curva crescente ano a ano, mas o que vem preocupando pesquisadores e médicos são os impactos causados por ela, como outras complicações metabólicas e até mesmo o preconceito.
Pacientes reclamam do isolamento que sofrem devido à aparência da enfermidade, que causa coceiras, descamação e lesões na pele. No entanto, a preocupação da comunidade médica tem sido maior em relação à artrite e à sídrome metabólica, consequentes da falta de tratamento da psoríase.
"Se o paciente for tratado - e hoje temos vários tratamentos efetivos - ele não terá lesão de pele. Ter o controle da psoríase significa que os pacientes podem ter uma vida normal, sem serem isolados ou estigmatizados e irão esquecer que têm a doença", afirmou à Efe a médica Cacilda da Silva Souza, responsável pelo Ambulatório de Psoríase do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo.
A médica conta que muitas pessoas com a doença faltam ao trabalho, ou não conseguem um posto no mercado por causa das lesões na pele e passam por um "isolamento social destrutivo", o que pode ser somado às complicações da psoríase. Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário